Domingo, 19 de Setembro de 2021
(45) 99916-0448
Opinião Finanças

Bolsa supera máxima histórica

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil no primeiro trimestre do ano ficou acima do esperado pelo mercado, ao crescer 1,2%.

10/06/2021 12h50
Por: Da redação
Bolsa supera máxima histórica

O principal índice da Bolsa de valores brasileira superou sua pontuação máxima histórica e rompeu a barreira dos 130 mil pontos, na semana passada, em plena pandemia.

RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS PELO WHATS. ENTRE NO GRUPO

Essa alta do Ibovespa havia sido prevista por analistas financeiros e antecipada em artigo desta coluna, (https://pretonobranco.com.br/noticia/5874/uma-vacina-para-a-bolsa ) publicado em dezembro de 2020. E não é que se concretizou?

Os motivos vão além da esperança trazida pela vacinação, pois a economia já apresenta sintomas palpáveis de recuperação. O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil no primeiro trimestre do ano ficou acima do esperado pelo mercado, ao crescer 1,2%.

Mas é o panorama global que faz o mercado financeiro ferver, com excesso de liquidez, juros baixos e alta das commodities.

A injeção financeira e os juros baixos favorecem que as empresas captem recursos, seja para gerar caixa ou expandir. Várias companhias abriram capital, realizaram nova oferta de ações, compraram outras empresas ou realizaram fusões, do ano passado pra cá.

Além disso, a nossa moeda desvalorizada faz com que nossos ativos sejam mais baratos para os investidores estrangeiros, propiciando negócios.

Diante deste cenário aquecido, analistas prospectam a continuidade do crescimento da economia mundial, além de novas altas para a nossa bolsa.

Ainda assim, é prudente fazer uma ressalva e atentar-se para a crise hídrica, pressão inflacionária e para o alto nível desemprego no Brasil, que também bateu recorde na série histórica, ao atingir 14,7% no primeiro trimestre. Um recorde negativo.

Também não se pode ignorar que a pandemia não acabou: o ritmo de vacinação perdeu força, voltaram a subir as taxas de internações e utilizações de UTIs por conta da Covid-19, além da circulação de novas cepas do vírus.

Por outro lado, graficamente o Ibov tem subido de forma consistente e sempre existem oportunidades, tudo vai depender da estratégia.

As máximas das bolsas costumam ser atrativas para os investidores, por ser um momento de empolgação. No entanto, o estado psicológico que leva a esse comportamento é o contrário do recomendado pelos gurus do mercado financeiro.

Seguindo a lógica do ensinamento: “Compre ao som dos canhões e venda ao som dos violinos”, agora, no momento de altas históricas, seria o momento de se pensar em vender os ativos e não de compra-los (ao menos na teoria). Mas como não existe receita de bolo, nem garantias de alta ou de baixa, é cada carteira uma sentença, sendo que as mais diversificadas costumam ser as mais resilientes.

Sucesso a todos!

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Carina Walker
Sobre Carina Walker
A autora é jornalista e investidora.
Cascavel - PR
Atualizado às 10h16 - Fonte: Climatempo
26°
Alguma nebulosidade

Mín. 20° Máx. 32°

27° Sensação
13 km/h Vento
54% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (20/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Terça (21/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 25°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias