Terça, 28 de Setembro de 2021
22°

Poucas nuvens

Cascavel - PR

Opinião Artigo

Por que as empresas querem aderir à moda ESG?

A sigla vem do inglês: Environmental, Social and corporate Governance, que significa: Ambiental, Social e Governança Corporativa.

21/06/2021 às 10h39
Por: Da redação
Compartilhe:
Por que as empresas querem aderir à moda ESG?

A nova ordem mundial no âmbito empresarial é ditada pelo conceito ESG. Mas por que as organizações querem aderir a esse conceito?

RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS PELO WHATS. ENTRE NO GRUPO

Antes de tudo é preciso entender o que é essa tal de tendência ESG.

A sigla vem do inglês: Environmental, Social and corporate Governance, que significa: Ambiental, Social e Governança Corporativa.

Para simplificar, podemos dizer que esses 3 pilares estão relacionados com sustentabilidade, pois foi-se o tempo que somente importavam os resultados financeiros das empresas: é preciso que elas assumam cada vez mais a responsabilidade pelos impactos que geram no Planeta. E como fazer isso? Por meio dos 3 pilares:

Ambiental: práticas de produção responsáveis e sustentáveis, baixo impacto ambiental, uso de recursos renováveis, logística reversa, descarte adequado de resíduos, reciclagem, programas de preservação, atitude ecologicamente correta, exigir o mesmo de stakeholders, principalmente fornecedores. (Exigência dos consumidores)

Social: práticas justas com os colaboradores, cultura organizacional, condições de saúde e bem-estar, senso de coletividade, diversidade e inclusão, defesa e preservação de direitos, se estendendo à atuação junto à comunidade, posicionamento em debates e defesa de causas sociais, adesão a movimentos, realização de campanhas com impacto social positivo, transformar a realidade das pessoas. (Exigência da sociedade)

Governança corporativa: práticas éticas, transparência na gestão e compliance (cumprimento de normas, políticas e diretrizes da empresa), responsabilidade fiscal, gestão financeira e administrativa eficientes, resultados reais e consistentes. (Exigência de acionistas, associados e investidores)

Adotar práticas abrangidas pelo conceito ESG tornou-se uma exigência do mercado, a partir de uma postura mais consciente de investidores e de consumidores, os quais decidem em que investir e com que gastar o seu dinheiro.

O posicionamento, as decisões e o engajamento das empresas impactam na sua reputação e nos seus negócios – por isso que elas querem aderir à tendência ESG.

"Desenvolver a pauta ESG pode melhorar o acesso ao capital, mitigar riscos e atender uma demanda crescente dos investidores, consumidores e da sociedade", pontua Ana Buchaim, diretora de sustentabilidade da B3, a bolsa de valores brasileira.

O mercado de capital já classifica as empresas que adotam e que não adotam o conceito. Seja em Nova Iorque ou no Brasil, as bolsas de valores têm índices formados somente por empresas que se enquadram nas iniciativas ESG, tais como o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3. Atualmente, a carteira ISE soma 39 empresas (incluindo a Copel, que é do Paraná). Juntas, as companhias somam R$ 1,8 trilhão em valor de mercado.

Portanto, além de maior prestígio social e diferenciação mercadológica, as empresas que aderem ao ESG atraem mais talentos, clientes e investimentos, alcançando melhores resultados e maior valorização de mercado.

Sucesso a todos!

Carina Walker

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Carina Walker
Carina Walker
Sobre A autora é jornalista e investidora.
Cascavel - PR Atualizado às 00h48 - Fonte: ClimaTempo
22°
Poucas nuvens

Mín. 19° Máx. 32°

Qua 27°C 20°C
Qui 32°C 18°C
Sex 24°C 19°C
Sáb 22°C 17°C
Dom 32°C 21°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias