Terça, 28 de Setembro de 2021
21°

Poucas nuvens

Cascavel - PR

Brasil Brasil

Ministério vai eliminar pontos de energia nas celas de novas prisões

Medida busca impedir contato de membros de organização criminosa com o ambiente externo

23/06/2021 às 06h30
Por: Da redação Fonte: R7
Compartilhe:
Decisão estabelece critérios para novas celas prisionais - (Foto: Pixabay)
Decisão estabelece critérios para novas celas prisionais - (Foto: Pixabay)

O Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, órgão vinculado ao Ministério da Justiça, estabeleceu medidas para eliminar a existência de tomadas e pontos de energia do interior e das proximidades das celas nos estabelecimentos penais a serem construídos no Brasil.

De acordo com o texto publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (23), as regras sobre a arquitetura e construção de estabelecimentos penais leva em conta as frequentes apreensões de aparelhos celulares no interior das unidades prisionais.

A medida avalia que o fim da rede de energia deve impossibilitar o a comunicação, sobretudo telefônica, dos detentos com o ambiente externo, o que limitaria as ações lideradas por integrantes de organizações criminosas de dentro dos presídios.

Além das tomadas e pontos de energia, fica também vedados do interior e das proximidades das celas registros, torneiras, válvulas de descargas de latão ou metálicas; chuveiros metálicos; luminárias sem grade de proteção; azulejos e cerâmicas, e; objetos que possam se transformar em arma ou servir de apoio ao suicídio.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cascavel - PR Atualizado às 02h09 - Fonte: ClimaTempo
21°
Poucas nuvens

Mín. 19° Máx. 32°

Qua 27°C 20°C
Qui 32°C 18°C
Sex 24°C 19°C
Sáb 22°C 17°C
Dom 32°C 21°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias