Quinta, 09 de Dezembro de 2021
19°

Alguma nebulosidade

Cascavel - PR

Agricultura Paraná

Governo do Paraná reafirma parceria com iniciativa privada para aumentar produção de pescados

Vice-governador Darci Piana participou da cerimônia de abertura de evento internacional da cadeia de peixes, que também teve a presença da ministra...

25/11/2021 às 14h50
Por: Da redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
© SEAB
© SEAB

O vice-governador Darci Piana reforçou que o Governo do Paraná é parceiro da iniciativa privada para promover o crescimento ainda mais rápido da cadeia de pescados no Estado. A declaração foi dada nesta quarta-feira (24), na sessão de abertura oficial da III International Fish Congress & Fish Expo Brasil 2021, que acontece até esta sexta (26) em Foz do Iguaçu, no Oeste. A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, e o secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, também acompanharam o evento, que reúne aproximadamente 1.400 pessoas em formato presencial e online.

“O esforço que o Paraná vem fazendo, patrocinado pela Secretaria da Agricultura, junto com toda a infraestrutura do Estado, é resultado de trabalho sério e competente que fazemos, no sentido de que essa nova cadeia cresça da mesma forma que tem crescido o nosso agronegócio com as carnes de frango, suínos e outros produtos”, disse Piana. “O Governo do Paraná tem se preocupado com essa cadeia, tem dado a sua parcela de contribuição. O governo tem que ajudar, não pode atrapalhar o setor produtivo, e é isso que estamos fazendo.”

PRODUZIR- A ministra da Agricultura, em cuja pasta está abrigada a Secretaria Nacional de Aquicultura e Pesca, salientou a importância do Paraná no cenário nacional também em razão da produção de peixes de cultivo. O Estado lidera o ranking,com 172 mil toneladas produzidas em 2020, com predominância da tilápia. “Ainda tem muito espaço para caminhar e crescer e sei que vamos caminhar muito mais com organização cada vez maior do setor e com crédito que hoje praticamente inexiste”, afirmou a ministra.

“A oportunidade está aí, está dada a ordem de comando, que é produzir, produzir e produzir, porque o mercado para esse produto maravilhoso e sustentável nós temos”, disse Tereza Cristina. Ela citou a última viagem à Rússia, quando foi anunciada a abertura do país para importação de suínos e bovinos de algumas plantas brasileiras.

“Quero na próxima viagem trazer na mala a abertura para pescados, porque nosso produto é excelente”, disse. Ela falou, ainda, do encontro nesta quarta-feira com o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, para discutir a criação de peixes no Lago de Itaipu, que pode acrescentar até 400 mil toneladas ao ano na produção.

INOVAÇÃO- O secretário Norberto Ortigara destacou a relevância do encontro. “O congresso reuniu todos os elos importantes da cadeia, da genética ao distribuidor no varejo, passando por máquinas, equipamentos, implementos, rações, medicamentos, toda forma de equipamentos para processar, aeradores, distribuidores de alimentos, todo tipo de equipamento dentro da indústria, para despesca, enfim para fazer todo o processo se tornar mais ágil e menos onerosas as operações dentro de uma propriedade rural e dentro de uma indústria”, disse.

Ele ressaltou, ainda, a participação do Estado na efetivação do evento, com apoio da Fomento Paraná, do BRDE, da Copel e da Sanepar. Além de citar a presença de profissionais da Agência de Defesa Agropecuária (Adapar) e do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná) como palestrantes ou congressistas.

“É um evento de três dias, numa cadeia nova que está se consolidando como alternativa importante de geração de oportunidade e renda no meio rural e que tem a pretensão mais ampla de chegar no mercado mundial acompanhando a logística das demais proteínas, como frango e porco, que saem do Paraná para centenas de países”, disse.

O Paraná também recebeu um prêmio por seu destaque em inovação no setor de aquicultura e pesca. O troféu foi entregue pelo vice-governador Darci Piana ao secretário Norberto Ortigara.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias