Segunda, 17 de Janeiro de 2022
33°

Poucas nuvens

Cascavel - PR

Geral Paraná

CGE fecha cápsula do tempo para gerações futuras com memória do combate à corrupção

O resumo do trabalho desenvolvido pela Controladoria-Geral do Estado (CGE), desde 2019, está preservado para o futuro. Documentos e objetos foram e...

08/12/2021 às 17h20
Por: Da redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:

O resumo do trabalho desenvolvido pela Controladoria-Geral do Estado (CGE), desde 2019, está preservado para o futuro. Documentos e objetos foram encerrados em um cilindro metálico, a cápsula do tempo, que será aberto daqui a 20 anos. A cerimônia reuniu a equipe da CGE nesta quarta-feira (08) e faz parte das atividades do Dezembro Transparente.

O período de pandemia foi registrado por meio de relatos de servidores, de máscaras e de um pequeno frasco de álcool em gel. O objetivo é preservar a memória do trabalho efetivado até agora e expressar as expectativas com relação a como ele será desenvolvido com novas tecnologias.

O módulo metálico deverá ser aberto em 9 de dezembro de 2041. A data foi escolhida por ser, atualmente, o Dia Internacional de Combate à Corrupção. “Depositamos nossas esperanças e desejos e projetos, para que, em 2041, possa ser aberta pelos futuros gestores e que eles entendam que, nesta cápsula, há 20 anos, foram depositadas esperanças na boa gestão do estado do Paraná”, disse o controlador-geral do Estado, Raul Siqueira.

O material fechado na cápsula, de acordo com Siqueira, demonstra o comprometimento do governador Carlos Massa Ratinho Júnior com o combate à corrupção e a condutas indevidas. “Além do registro histórico do enfrentamento à pandemia, por parte da CGE e do Governo do Estado, estão caracterizadas as ferramentas que usamos atualmente para identificar possíveis atos ilícitos ou riscos de corrupção”, afirmou.

“Registramos a conclusão do processo de construção e fortalecimento da CGE, desde o início desta gestão, potencializada e fortalecida com políticas de integridade e compliance”, acrescentou.

Ele explicou que, entre os dispositivos legais que amparam o trabalho anticorrupção, estão a lei estadual que institui o Fundo Estadual de Combate à Corrupção (Funcor), Lei 19.984/2019; a lei que criou o Programa de Integridade e Compliance na Administração Pública Estadual; e o decreto 7.791/2021, que trata de medidas de proteção a quem denuncia irregularidades.

Como a tecnologia que será usada daqui a 20 anos é desconhecida, optou-se por reproduções físicas de alguns documentos e impressões reduzidas de cartilhas ou campanhas desenvolvidas pela CGE.

DEZEMBRO- A Lei Estadual 20.663/2021 instituiu no Calendário Oficial de Eventos do Estado do Paraná o Dezembro Transparente, dedicado à promoção de ações que fomentem à implantação de uma cultura de transparência, de prevenção e de combate à corrupção durante todo o ano. 

A CGE programou atividades com os servidores para marcar a data. Tendo como inspiração a Dinamarca , país com menor índice de percepção de corrupção, foram propostos exercícios físicos e ações de solidariedade. O intuito é fortalecer o trabalho íntegro e ético.

COORDENADORIAS– A Controladoria-Geral do Estado é organizada por meio de direções e coordenadorias, além dos assessores técnicos e grupos responsáveis pelo suporte às atividades, com serviços administrativos, financeiros, de informática e de recursos humanos.

Vinculadas à Diretoria de Inteligência e Informações Estratégicas estão a Coordenadoria de Corregedoria e o Observatório da Despesa Pública (ODP). As coordenadorias vinculadas à Diretoria de Auditoria, Controle e Gestão são: de Ouvidoria (Ouvidoria-Geral), de Transparência e Controle Social; de Controle Interno; de Auditoria; de Integridade e Compliance, e de Capacitação Profissional.

O controlador-geral aproveitou a cerimônia para agradecer o trabalho desenvolvido por cada servidor. Também participaram, junto com suas equipes, o diretor-geral da CGE, Luiz Fernando de Castro; o diretor de Inteligência e Informações Estratégicas, Daniel Berno, e o diretor de Auditoria, Controle e Gestão, Gil Souza.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias