Terça, 24 de Novembro de 2020
(45) 99102-6309
Policial Sinal vermelho

Radares flagram 45 avanços de sinal por dia em setembro

A pressa, o ‘tá amarelo ainda’ ou ainda o ‘dá tempo’ foi responsável pela emissão de 1.349 autos de infração.

24/10/2020 10h10 Atualizada há 1 mês
Por: Tissiane Merlak
Conforme o levantamento solicitado pelo Preto no Branco, os cruzamentos com semáforo, na região central, são os campeões em número de colisões
Conforme o levantamento solicitado pelo Preto no Branco, os cruzamentos com semáforo, na região central, são os campeões em número de colisões

Considerada a ‘indústria da multa’ por muitos, a extinta Cettrans, que recentemente passou a se chamar Transitar após uma readequação, não é tão malvada assim. A constatação é devido a estatística solicitada pelo Preto no Branco que assusta até os mais experientes em trânsito.

RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS PELO WHATS. ENTRE NO GRUPO

A cada dia, no mês de setembro, 45 motoristas foram flagrados pelos radares avançando o sinal vermelho. A pressa, o ‘tá amarelo ainda’ ou ainda o ‘dá tempo’ foi responsável pela emissão de 1.349 autos de infração.

Mas quem pensa que são só essas pode ficar despreocupado. Além das feitas via radar, de janeiro a setembro deste ano, os agentes de trânsito da Transitar flagraram 1.290 motoristas avançando o sinal vermelho ou anda os cruzamentos de parada obrigatória.

O número é quase 26% maior do que no mesmo período do ano passado, quando os agentes flagraram 959 motoristas cometendo a mesma infração.

E são justamente essas ‘avançada de sinal ou de preferencial’ registradas pela Transitar que mostram a necessidade não só da fiscalização – uma vez que há radar ou mesmo um agente no local, mas sim a conscientização do motorista.

Conforme o levantamento solicitado pelo Preto no Branco, os cruzamentos com semáforo, na região central, são os campeões em número de colisões.

Para tentar evitar que esses números aumentem, a Transitar trabalha com o foco na estatística, coletando dados em que os acidentes e locais com óbito acontecem. De acordo com a Transitar, após esse levantamento é feito um estudo conjunto entre a engenharia, educação e fiscalização, porém o excesso de velocidade é uma das principais causas de acidentes graves e mortes em Cascavel. Paralelo à isso está o desrespeito à sinalização e o uso do álcool.

Confira os principais cruzamentos com acidentes:

Rua São Paulo X Barão do Cerro Azul  9
Rua São Paulo X Pio XII           7
Rua Souza Naves X Avenida Brasil       7
Rua Cuiabá X Avenida Assunção          6
Rua Minas Gerais X Avenida Barão do Rio Branco        6
Avenida Rocha Pombo X Avenida Brasil           6
Rua Machado de Assis X Jacarezinho   6
Rua Altemar Dutra X Avenida das Pombas       6

 Mortes no trânsito crescem mais de 6% no perímetro urbano

A morte de quatro motociclistas no último fim de semana acende, novamente, um alerta nas autoridades que cuidam do trânsito em Cascavel. Ao longo de toda a semana, por exemplo, moradores do Jardim Universitário fizeram protestos e reuniões com responsáveis pela Transitar para evitar que tragédias como a vivida no domingo (18) não se repita.

O excesso de velocidade e a falta de atenção causaram um acidente envolvendo duas motocicletas. Após uma colisão frontal, Leandro Monteiro Bronczek e Diones da Rocha Rozzatti morreram na Rua Universitária. Antes deles, na sexta-feira (16), no cruzamento das ruas Erechim com Rafael Picolli, Ronaldo Cesar Tavares foi atingido por um caminhão e não resistiu.

De acordo com dados da Transitar de janeiro a setembro deste ano foram registrados 2.202; número 26,94% menor que no ano anterior, quando as estatísticas apontam um total de 3.014 colisões.

Além dos dados dos nove primeiros meses de 2020 a Transitar aponta que somente no mês de outubro, até o dia 12, já haviam sido registrados 143 acidentes.

Em relação ao número de feridos houve queda nos números no comparativo entre janeiro a setembro de 2019 e o mesmo período de 2020: foram 1.140 ano passado contra 649 neste; redução de 43,07%.

Porém, quando se compara o número de mortes, as estatísticas apontam crescimento de 6,25%: foram 16 em 2019 e 17 em 2020. Outro dado bastante importante é que, somente neste mês de outubro, até o dia 18, foram mais três mortes no perímetro urbano.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cascavel - PR

Cascavel - Paraná

Sobre o município
Cascavel está localizada na região Oeste do Paraná, do qual é o quinto município mais populoso, com 328.454 habitantes, conforme estimativa do IBGE de 2019. Consideravelmente novo e com topografia privilegiada, teve seu desenvolvimento planejado, o que lhe deu ruas largas e bairros bem distribuídos.Em menos de seis décadas, Cascavel passou de um ponto de parada e descanso de viajantes e tropeiros para o maior município do Oeste do Paraná e um dos maiores polos econômicos da região Sul do Brasil.
Cascavel - PR
Atualizado às 03h21 - Fonte: Climatempo
19°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 32°

19° Sensação
19.3 km/h Vento
57.7% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (25/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 34°

Sol com algumas nuvens
Quinta (26/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 32°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias