12°C 22°C
Cascavel, PR
Publicidade

Expotécnica deve receber 4 mil pessoas em propriedade rural de Sabáudia

Mais de 60 empresas e 100 parceiros participam do evento, que nesta edição discute a tecnologia a serviço da vida. Programação inclui palestras ab...

10/07/2024 às 16h30 Atualizada em 11/07/2024 às 09h47
Por: Jornalismo Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: Evandro Fadel/SEAB
Foto: Evandro Fadel/SEAB

Com foco no conhecimento e na inovação com sustentabilidade, a 29ª Expotécnica foi aberta nesta quarta-feira (10) em Sabáudia, no Norte do Paraná. Organizado pelo Governo do Estado, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná), o evento segue até sexta-feira (12) com previsão de receber 4 mil pessoas no Sítio São José, do casal Maria Cesarina e Cláudio D’Agostini. O tema desta edição é tecnologia a serviço da vida.

A Expotécnica faz parte do calendário do agro no Estado e abrange cerca de 100 municípios das regiões Norte e Noroeste do Paraná. A proposta é oferecer alternativas de baixo impacto ambiental para a agricultura familiar, além de ser uma oportunidade de conexões para estimular negócios e parcerias que fomentem a economia do setor agrícola. Mais de 60 empresas e 100 parceiros participam do evento.

Durante os três dias de Expotécnica está previsto um Circuito Técnico de Bioinsumos, com diversas palestras abordando, entre outros temas, o manejo biológico de nematoides e a soja de baixo carbono. A vitrine de cultivares de cereais de inverno, a feira da agroindústria familiar, os eventos técnicos e a dinâmica de máquinas, equipamentos agrícolas, drones e robôs completam a agenda do evento.

Algumas das culturas que recebem destaque são a soja, o trigo, o café e as hortaliças. Na parte animal, as oportunidades e tendências da piscicultura também estão em evidência.

“O que vemos aqui é bastante do presente da agricultura brasileira e paranaense, mas também é uma mostra do potencial e do rumo que o nosso negócio está tomando, uma agricultura cada vez mais natural, em que a tecnologia ajuda a resolver aspectos biológicos, físicos e químicos do solo, impulsionando a evolução rápida e garantindo a vida”, disse o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento (Seab), Natalino Avance de Souza. "Solo é vida, se não cuidar ele morre".

O secretário destacou a parceria com o município e a família que cedeu o espaço para o evento. Segundo ele, a Expotécnica nasceu de uma necessidade de inclusão tecnológica, ligada a uma visão empreendedora nos anos 1990, uma época em que predominavam na agricultura algumas práticas nocivas para o solo.

"Participei de todas as Expotécnicas até agora. Esse processo de expansão tecnológica foi liderado por alguns extensionistas e também pelo pioneirismo da família D'Agostini, de olho no plantio direto, na conservação do solo e da água, para difundir práticas importantes para a sustentabilidade da agricultura", afirmou o secretário. "Essas boas práticas são as condições para continuarmos a vender para o mundo".

Para o gerente regional do IDR-Paraná em Apucarana, Paulo Eduardo Sipoli Pereira, o compromisso da Expotécnica é garantir informação de qualidade para o agricultor. “Todo ano a gente se desafia a buscar uma agenda que seja atual, que seja relevante, e que considere aspectos econômicos e sociais”, disse. Para a atual edição, a presença de exposição e de palestras sobre bioinsumos é um dos pontos altos.

RESULTADOS– O diretor técnico do IDR-Paraná, Diniz Dias d'Oliveira, salientou a dimensão do evento para a região. "É preciso buscar resultados, rentabilidade para o produtor rural, sustentabilidade para o ambiente e a condição ideal para se viver", afirmou.

Para o chefe do Núcleo Regional da Seab em Apucarana e um dos organizadores da Expotécnica, Cristovon Ripol, a efetividade propiciada pelo evento é resultado das boas práticas adotadas na bacia do Rio Lajeado, do Rio Pau d'Alho, técnicas de rotação de cultura, plantio direto, conservação do solo. “Tudo isso possibilita o abastecimento de uma cidade com o porte de Maringá", disse.

PRESENÇAS– Também participaram da abertura da Expotécnica o presidente da Ceasa/PR, Eder Bublitz; os chefes dos núcleos regionais da Seab em Londrina, Antonio Carlos Barreto, e Maringá, Jucival Pereira de Sá; os diretores do IDR-Paraná Rafael Fuentes, Altair Dorigo e Renato Viana; o chefe do Departamento de Sanidade Vegetal da Adapar, Renato Young Blood; a gerente regional da Adapar, Cecília Tomás de Aquino Ribeiro; o coordenador da Expotécnica, Marcelo Franzin; o superintendente de Apoio aos Municípios da Secretaria das Cidades, Ricardo Maia; o presidente da Fetaep, Alexandre Leal dos Santos, o representante da Faep, José Mendonça, além de autoridades municipais e agricultores.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cascavel, PR
13°
Tempo limpo

Mín. 12° Máx. 22°

12° Sensação
1.35km/h Vento
77% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h16 Nascer do sol
06h03 Pôr do sol
Dom 22° 12°
Seg 24° 13°
Ter 23° 14°
Qua 25° 13°
Qui 26° 16°
Atualizado às 04h02
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,60 +0,00%
Euro
R$ 6,10 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,63%
Bitcoin
R$ 395,322,34 -1,15%
Ibovespa
127,616,46 pts -0.03%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias